Filipe o Bom

Retrato anônimo de Filipe, o Bom, Duque da Borgonha. Ele era um homem culto, inteligente e cheio de virtude, mas também exageradamente vaidoso

eu’história o que eu conto nisso postar é bastante significativo transmitir a ideia do vaidade de Filipe o Bom (1396-1467) e o que uma pessoa poderosa poderia fazer alguns séculos atrás.

Filippo III Duque da Borgonha, dizer Bom, ele era um homem educado, amante das artes e letras, inteligente e dotado de um toque incomum, mas político, como todo mundo, tinha suas falhas.

As crônicas o descrevem como um amante da pompa, dedicado aos prazeres da carne e muito vaidoso.

Digamos exageradamente vaidoso.

Aqui está o que ele fez.

Devido a uma doença, o duque, em algum momento da vida dele, foi forçado a raspar completamente o cabelo.

Evidentemente ele não gostava muito de si mesmo e tinha medo de se desfigurar entre os outros.

Então foi isso em 1461 ele ordenou que todos os nobres de suas terras raspassem seus cabelos a zero, assim como ele.

Nem todos, porém, obedeceram: alguém se recusou a cumprir um acordo que deve ter parecido, e de fato foi, uma imposição injusta.

Os rebeldes embora, eles até pagaram por sua coragem com o prisão (Foto da: Alamy).